Total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

"Alzheimer-Doença dos espíritos Obsessores"




Definição  sobre a Psicopatologia da Doença de Alzheimer
O “Mal de Alzheimer”, ou Doença de ALZHEIMER, é um quadro demencial, irreversível, com solapamento progressivo, principalmente, da MEMÓRIA do paciente e de outras funções cognitivas (intelectuais).
Em geral, a doença começa a partir dos 65 anos, mas há vários casos de início precoce, isto é, a partir dos 45 anos.
Para entendermos bem as características e evolução dessa Doença é preciso tentar explicar o que se denomina LEI DA REGRESSÃO MNÊMICA DE RIBOT... 
Segundo esta, quando uma pessoa apresenta uma alteração mnêmica (da memória) “orgânica”, primeiramente é comprometida a “memória de fixação” e “memória de curto prazo”, ou seja, a pessoa começa a se esquecer de acontecimentos ocorridos mais recentemente e, com o progredir da Doença, a memória para fatos mais antigos também será deteriorada. 
Outro aspecto da “Lei de RIBOT” é que as funções psíquicas mais complexas são afetadas, também, mais precocemente do que as funções mais simples. 
É por isso que, no início da Doença de ALZHEIMER o paciente costuma se “perder” em via pública ou mesmo esquecer-se de fatos os mais corriqueiros, pois a memória recente estando comprometida, o paciente fica “desorientado” no tempo e no espaço; além disso, o paciente costuma apresentar alterações “ético-sociais” -, o “pudor” (que é uma função complexa) fica comprometido; conseqüentemente, não é raro indivíduos bem educados apresentarem sintomas como despir-se na frente de uma multidão de pessoas, não conseguindo ajuizar eticamente a sua conduta.
Bebida protege o cérebro contra demências e desacelera crescimento de tumores.
O chá verde pode proteger o cérebro de doenças como câncer, Mal de Alzheimer e outros tipos de demência.
As propriedades benéficas do chá verde,  se mantem ativas mesmo depois que o chá for digerido.
Isso significa que nem sempre os compostos mais saudáveis dos alimentos serão absorvidos pelo corpo, não podendo se perder ou modificar.
O chá verde é digerido pelas enzimas do intestino, os compostos químicos resultantes são até mais eficazes contra gatilhos importantes do Alzheimer do que a forma não digerida do chá".
Os compostos digeridos (do chá verde) tem propriedades contra o câncer, desacelerando de forma significativa o crescimento de células de tumor.
Exame de sangue
Já pesquisadores dos Estados Unidos desenvolveram uma forma de usar o sistema imunológico para testar a presença do Mal de Alzheimer, uma técnica que pode levar à criação de um exame de sangue para a doença em meses.
Um estudo da tecnologia mostrou com precisão a presença do Mal de Alzheimer em amostras de sangue de seis pessoas com a doença, segundo o estudo de Thomas Kodadek, do Instituto de Pesquisa Scripps, em Jupiter, Flórida, publicado na quinta-feira na revista Cell.
Essa estratégia pode funcionar em outras doenças, como câncer, acrescentou Kodadek.
O teste procura os anticorpos ou proteínas do sistema imunológico, que protegem o organismo de ataques de invasores.
Anticorpos combatem infecções, mas Kodadek disse que os pesquisadores estão começando a achar que a maioria das doenças causa alterações nas células que fazem o corpo enxergar células como invasoras.
Ele acredita que o corpo pode produzir anticorpos em resposta a uma série de doenças e quer desenvolver testes de sangue que os detectem.
Sua equipe usou moléculas de laboratório como substitutos do antígeno para detectar os anticorpos específicos de Alzheimer.
Três deles reagiram ao sangue dos pacientes com a doença, mas não ao sangue de pessoas saudáveis.
Tratamento
200 idosos fizeram o exame de sangue, que constatou que 8% deles tinham elevadas concentrações dos mesmos anticorpos encontrados em pacientes de Alzheimer
604 bilhões de dólares é o valor gasto por ano no mundo no tratamento de demências, de acordo com informações da entidade Mal de Alzheimer Internacional
 Visão espírita do “Mal de Alzheimer’

Alguns traços de personalidade das pessoas portadoras de Alzheimer
a) Costumam ser muito focadas em si mesmas.
b) Vivem em função das suas necessidades e das pessoas com as quais criam um processo de co-  dependência e até de simbiose.
c) Seus objetivos de vida são limitados (em se tratando de evolução).
d) São de poucos amigos.
e) Gostam de viver isoladas.
f) Não ousam mudar.
g) Conservadoras até o limite.
h) Sua dieta é sempre a mesma.
i) Criam para si uma rotina de ‘ratinho de laboratório’.
j) São muito metódicas.
k) Costumam apresentar pensamentos circulares e idéias repetitivas bem antes da doença se caracterizar.
l) Cultivam manias e desenvolvem TOC (transtorno obsessivo compulsivo) com freqüência.
m) Teimosas, desconfiadas, não gostam de pensar.
n) Leitura os enfastia.
o) Não são chegadas em ajudar o próximo.
p) Avessas á prática de atividades físicas.
q) Facilmente entram em depressão.
r) Agressivas contidas.
s) Lidam mal com as frustrações que sempre tentam camuflar.
t) Não se engajam.
u) Apresentam distúrbios da sexualidade como impotência precoce e frigidez.
v) Bloqueadas na afetividade e na sexualidade.
Algumas têm dificuldades em manifestar carinho, para elas um abraço, um beijo, um afago requer um esforço sobre-humano.
 "Fácil presas dos espíritos Obsessores"

É bem comum que a doença insidiosamente se instale através de um processo arquitetado por obsessores, pois os que costumam apresentar essa doença não são muito adeptos da ajuda ao próximo e do amor incondicional; daí ficam vulneráveis às vinganças e retaliações.
É raro que bons tarefeiros a serviço do Cristo transformem-se em Alzheimer.
Mas, quem é ou quais são os alvos do processo obsessivo? O doente ou a família?
Quer evitar tornar-se um Alzheimer?
Torne sua vida produtiva, pratique sem cessar o perdão e a caridade com muito esforço e inteligência.
Muito mais há para ser analisado e discutido sobre este problema evolutivo que promete nos visitar cada dia mais precocemente, além das dúvidas que levantamos esperamos que os interessados não se furtem ao saudável debate.
Leia mais em:
http://visaoespiritabr.com.br/cura/alzheimer-uma-doenca-espiritual-sera